SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

PREFEITURA DE SANTA INÊS ABANDONADA PELO PREFEITO JOSÉ RIBAMAR ALVES

A ESPERANÇA DE UM POVO QUE FOI TRANSFORMADO EM DESESPERO, A CIDADE DE SANTA INÊS TOTALMENTE ABANDONADA PELO PREFEITO ATUAL, RUA ESBURACADAS, A CIDADE CHEIA DE LIXO SEM SANEAMENTO BÁSICO, O TRANSITO  NINGUÉM SABE PARA ONDE IR.
VEJA A ORIGEM DO DESESPERO

A origem do desespero  está na imaginação, assim como a possibilidade de superar esse desespero através da reunião com Deus. Para Kierkegaard, o homem é feito de um duplo movimento, um em direção ao finito, caracterizado pela morte, e outro em direção ao infinito, que é a vida eterna almejada pelo cristão, único ser que pode superar a morte. Quando apenas um desses movimentos se realiza, entramos em desespero. O desespero consiste em o homem criar uma “falsa relação” consigo mesmo, desarmoniando-se de Deus. Para Kierkegaard, entre o homem e Deus há uma diferença abissal e o homem apenas pode relacionar-se com Deus através dessa diferença absoluta. O desespero inicia quando o homem se distancia de Deus, criando uma realidade imaginária, “perdendo-se no infinito”, “levando uma existência imaginária”. Quando isso ocorre, torna-se impossível ao homem relacionar-se com Deus e ele entra em desespero.
Numa época de indiferença religiosa, quando o homem não se volta mais para dentro de si, quando o homem é escravo de sua imaginação, e, conseqüentemente do desespero, a perda do eu, que, para Kierkegaard, é o pior dos castigos pode passar despercebido pela maioria das pessoas, e, a única forma de não perder o “eu”, deixando de existir, é livrar-se do desespero e reconciliar-se com a fonte desse “eu”, que é Deus.











Notícias aos visitantes

A Irmandade

Alcoólicos Anônimos não mantém registro de seus membros, portanto, é muito difícil obter números exatos em um determinado momento. Alguns Grupos não estão inscritos. Outros não fornecem dados referentes à sua composição e, portanto, não estão registrados nos arquivos computadorizados. Não há forma possível de calcular o número de membros que não estão filiados a um Grupo de A.A. local. Os números que aparecem a seguir se baseiam nos dados recebidos pelo GSO 1 janeiro de 2002, esse valor consiste numa média, pois muitos grupos não informam seus números.
Não existe uma forma prática de contagem de freqüentadores que não são membros de um Grupo.

O que é A.A.

Alcoólicos Anônimos é uma irmandade mundial de homens e mulheres que se ajudam mutuamente a permanecerem sóbrios. Eles oferecem a mesma ajuda a qualquer um que tenha um problema com a bebida e queira para de beber. Por serem todos alcoólicos, eles tem uma compreensão mutua especial. Sabem como essa doença os atinge – e aprenderam como se recuperar do alcoolismo dentro de A.A.
Os membros de A.A. dizem que hoje são alcoólicos – mesmo que não bebam há anos. Eles não dizem que estão “curados”. Uma vez que a pessoa tenha perdido a possibilidade de controlar a bebida, nunca mais é possível beber controladamente – ou, em outras palavras, ele nunca pode tornar-se um “antigo alcoólico” ou um “ex-alcoólico”. Mas em A.A. ele pode tornar*se um alcoólico sóbrio, um alcoólico em recuperação.
A posição do A.A. no campo do alcoolismo.
A história de A.A. está repleta de nomes de não-alcoólicos, profissionais e leigos, que se interessaram pelo programa de recuperação de A.A. Milhões de nós devemos nossas vidas a essas pessoas e nossa dívida de gratidão não tem limites.
Alcoólicos Anônimos é uma irmandade mundial de homens e mulheres que se ajudam mutuamente a manter a sobriedade e que se oferecem para compartilhar livremente sua experiência na recuperação com outros que possam ter problemas com seu modo de beber.
A Irmandade funciona através de mais de 97.000 Grupos locais em 150 países. Milhões de alcoólicos têm alcançado a sobriedade em A.A, mas seus membros reconhecem que seu programa não é sempre eficaz com todos os alcoólicos e que alguns necessitam de aconselhamento e tratamento profissional.
AA preocupa-se unicamente com a recuperação pessoal e contínua dos alcoólicos que procuram socorro na Irmandade. O movimento não se dedica a pesquisas sobre alcoolismo ou ao tratamento médico ou psiquiátrico, e não apóia quaisquer causas - embora os membros de A.A. possam participar como indivíduos.
O movimento adotou a política de "cooperação mas não afiliação" com outras organizações que se dedicam ao problema do alcoolismo.
Alcoólicos Anônimos é auto-suficiente através de seus membros e Grupos, recusando contribuições de fontes externas. Os membros de AA preservam seu anonimato pessoal em nível de imprensa, filmes, Rádio, TV, Internet e outros meios de comunicação.



Leia mais: http://grupo-reviver-de-a-a.webnode.com/

Comandante da PM diz que policiais "ganharam 3 reajustes em um ano"

Comandante da PM diz que policiais "ganharam 3 reajustes em um ano"

Cel. Zanoni Porto    Foto: Reproduçao de TV
O comandante geral da Polícia Militar, coronel Zanoni Porto, disse na manhã desta quinta-feira (27) que a paralisação dos policiais é um movimento isolado.

O Comandante disse que não há nenhuma associação envolvida na paralisação e culpou o coronel Melo como o responsável por “insulflar” os policiais. Zanoni disse que Melo é o Judas da Corporação e que estaria agindo por ter interesse em ser candidato a deputado

A declaração do coronel Zanoni foi feita na rádio Mirante AM em entrevista ao apresentador Roberto Fernandes.

Sobre reajustes

Segundo o comandante da PM, não há motivo para greve já que a categoria está recebendo “ três reajustes durante um ano”. Ele citou que o Governo se comprometeu a repassar 7% em março, 53% sobre as gratificações em abril e 6% em novembro.

Governo divulga nota sobre a paralisação dos Militares

Viaturas foram recolhidas aos pátios dos quarteis no interior do Estado
A Secretaria de Comunicação reafirma que o Governo do Estado do Maranhão tem valorizado os policiais e que sempre esteve aberto ao diálogo. Como demonstração da política de valorização dos PMs e da continuidade nas ações de investimento na Segurança Pública do Maranhão, o governo se reuniu nesta quarta-feira (26) com os comandantes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, com coronéis das corporações e efetivou mais 1.800 policiais militares - a maior incorporação já realizada na PMMA.
O Governo do Estado garantiu ainda um pacote de benefícios para os policiais. Entre as medidas, a aprovação de lei que garante ao policial levar para a reserva a mesma remuneração da última patente, mesmo que não fique por cinco anos em exercício no último posto.
O governo também antecipou em quase um ano - de 2015 para novembro de 2014 - a tabela de subsídios constante do Plano de Cargos e Carreiras. Além disso, há ainda o reajuste, em percentuais diversos, de gratificações por exercício de função, cujos novos valores já serão pagos a partir do mês que vem.
O Governo do Estado entende que o movimento anunciado por um pequeno grupo de policiais militares, na noite desta quarta-feira (26), não se justifica, pois considera que tem cumprido rigorosamente, dentro da legalidade, com todos os itens do acordo firmado com a categoria.

quarta-feira, 26 de março de 2014

Policiais Militares do Maranhão paralisam as atividades

Flagrante feito no pátio do quartel do 15º Batalhão em Bacabal. 

Os Policiais e Bombeiros Militares do Maranhão decidiram em assembléia geral realizada nesta quarta-feira(26), paralisar as atividades por tempo indeterminado

Neste momento a central da paralisação está instalada no estacionamento da Câmara Municipal de São Luis.

PMs do interior do Estado também estão parados. A maioria se desloca nesse momento para os quartéis das unidades.

Em Bacabal, os PMs estão se dirigindo para o quartel do 15º Batalhão.

A Assembleia Geral foi realizada na sede da Fetaema, em São Luis. Policiais Militares e Bombeiros reivindicam o cumprimento de alguns pontos acordados na histórica greve de 2011.

Os profissionais  querem um reajuste de 18%, nova organização do escalonamento, adicional de periculosidade e condições de trabalho. Muitos coletes balísticos e munições que são distribuídos para o serviço estão com prazo de validade vencidos

Família pede ajuda para localizar universitária


quinta-feira, 27 de março de 2014

Ônibus podem deixar de circular nessa sexta-feira

Os ônibus que fazem o transporte coletivo  poderão deixar de circular em São Luis, nessa sexsta-feira (28) por causa da greve dos Policiais e Bombeiros Militares.

Pela manhã será realizada uma assembleia geral onde o sindicado dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário do Maranhão (STTREMA) vai decidir sobre a situação. O indicativo é de que os ônibus sejam recolhidos a partir de 17h. 

Família pede ajuda para localizar universitária

 A universitária Rayanne Suelen Brito de 23 anos, moradora do bairro do Monte Castelo, em São Luís, está desaparecida desde segunda-feira (24). Ela cursa Direito na Universidade Estadual do Maranhão.

De acordo com o irmão, Luís Brito, ele a deixou, às 06h30 na parada da Igreja da Conceição no Monte Castelo, local em que pegaria o ônibus para ir à Uema. A universitária estava  trajando calça jeans e blusa rosa listrada com cinza.

Na segunda-feira (24) por volta das 16h, ela ligou para a mãe falando que iria demorar porque estava num engarrafamento, que estava chovendo muito e chegaria umas 17h. Na terça-feira (25) Rayanne voltou a ligar dizendo que teria dormido na casa de uma amiga e que de lá seguiria para Uema. Ela nunca apareceu na universidade.

Raíssa Brito, irmã de Rayanne, disse que nesse intervalo de tempo dois amigos avistaram a moça. Um deles a viu na segunda-feira à noite no Rio Anil Shopping e o outro na terça-feira, por volta de 22h, sozinha em pé próximo a um poste nas mediações do Mercadão do JP, em frente à loja que era o antigo Mateus.

Segundo Raíssa, a mãe entrou em contato, na terça-feira, com o número que ela ligou e foi atendida por um senhor que disse que a Rayanne passou por ele e pediu o celular emprestado para ligar para mãe. Ele disse que Rayanne  estava com os braços como se estivessem ralados , que havia pedido o celular pra ele dizendo que tinha sido assaltada e precisava ligar para a mãe. O homem disse que perguntou se ela não queria dinheiro para ir pra casa, ela aceitou e ele deu 3 reais. Informou ainda que ela se despediu e agradeceu e foi na direção do pop center. 

Informações devem ser repassadas  através do   números: 8191 5149 * 9903 8761

Ônibus podem deixar de circular nessa sexta-feira

Ônibus podem deixar de circular nessa sexta-feira

Os ônibus que fazem o transporte coletivo  poderão deixar de circular em São Luis, nessa sexsta-feira (28) por causa da greve dos Policiais e Bombeiros Militares.

Pela manhã será realizada uma assembleia geral onde o sindicado dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário do Maranhão (STTREMA) vai decidir sobre a situação. O indicativo é de que os ônibus sejam recolhidos a partir de 17h.

Alberto Filho calado estava, calado ficou

Alberto Filho calado estava, calado ficou


João Alberto é representante do Maranhão, diz amar Bacabal.
Alberto Filho tem o pai como prefeito da cidade. 
O deputado federal Alberto Filho integra o grupo dos que quase não falam na Câmara Federal. São deputados que comparecem às sessões mas tem pouca disposição para levar ao conhecimento dos demais colegas e do povo, os problemas de sua gente.
E foi nessa condição de ‘calado’ que o Alberto Filho ficou diante da cobrança do seu conterrâneo Simplício Araújo. Coube ao deputado pelo PPS, denunciar o que chamou de “triste situação da saúde de Bacabal”.
O que o deputado Simplício disse não é segredo pra ninguém e já foi exaustivamente discutido aqui neste Blog. A questão é que, pela voz de um representante do povo, o problema faz eco.

Simplício ainda enfatizou que o Bacabal “possui uma representatividade muito grande aqui na camara  inclusive um senador da república.... A populaão com 3 deputados nessa casa e 1 senador merece mais respeito, merece com certez um serviço de melhor qualidade para os bacabalenses ali na nossa cidade.
O Deputado atribuiu a situação ao que camou de "propaganda enganosa do Governo do Estado e do atual governo Municipal"

Alberto Filho recebeu a confirmação do apoio de vários vereadores do município,

Pinheiro
Já na região da baixada maranhense o deputado garantiu alianças importantes na cidade de Pinheiro onde visitou recentemente e participou, como convidado especial, da sessão da Câmara de Vereadores. Alberto Filho recebeu a confirmação do apoio de vários vereadores do município, entre eles, do vereador Eliseu do Tantan (PSB), pré-candidato a deputado estadual.
Deputado Alberto Filho durante
sessão da  Câmara Municipal de Pinheiro-MA
Palmeirândia
No município de Palmeirândia, também na região da baixada maranhense, Alberto Filho firmou parceria com o ex-prefeito Coronel Eriberto (PMDB) e com a vereadora Rayssa Campos (PSDB). Durante a inauguração do hospital de Palmerândia, Coronel Eriberto recebeu em sua residência a governadora Roseana Sarney (PMDB), o deputado federal Alberto Filho e o deputado estadual Rogério Cafeteira (PMN).
Alberto Filho, Rogerio Cafeteira, Roseana Sarney
e Coronel Eriberto

Othelino diz que Governo do Estado se apropria de obras do Governo Federal

Othelino diz que Governo do Estado se apropria de obras do Governo Federal

19/03/2014 13:29:52

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) criticou, na sessão desta quarta-feira (19), o fato de a propaganda oficial do Governo do Estado mostrar várias UPAs, construídas em São Luís pelo Governo Federal, a exemplo do Vinhais e do Araçagy, como sendo obras da governadora Roseana Sarney. Segundo o parlamentar, não é a primeira vez que o Executivo tenta se apropriar de iniciativas alheias.

“Claro que nós sabemos que as UPAs são obras do Governo Federal. Fazem parte de um programa federal e, por não ter o que mostrar, o Governo do Maranhão se apropria das UPAs, como se fosse uma realização exclusiva do Estado na intenção de passar a ideia de que existe um mínimo de ação do governo, coisa que nós percebemos que não há”, denunciou Othelino.

Segundo Othelino, o governo Roseana também tenta se apropriar da obra de duplicação da BR-135, na saída de São Luís. “Enfim, são diversas obras apropriadas na tentativa de enganar a população, repetidamente”, frisou.

Hospitais do interior do Maranhão

Sobre a questão da Saúde no interior do Estado, Othelino disse que não adianta o governo construir hospitais sem dar condições para que eles funcionem de forma descente e de fato. “Os municípios hoje não têm condições financeiras de arcar com os elevados custos de um hospital. Não adianta tentar jogar a responsabilidade para os municípios, porque foi o secretário de Saúde, Ricardo Murad, que criou esse problema e agora ele está com uma batata quente na mão e não sabe como administrar”, disse.

Segundo Othelino, esse problema, infelizmente, vai ficar para o próximo governador resolver. O parlamentar disse que o secretário de Saúde não conseguiu cumprir o compromisso de entregar os 72 hospitais e não coloca em funcionamento os que já foram concluídos.

Othelino critica declaração de Roseana sobre o “Maranhão de primeiro mundo

Othelino critica declaração de Roseana sobre o “Maranhão de primeiro mundo

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) criticou, na sessão desta segunda-feira (17), declaração da governadora Roseana Sarney que admitiu ficar no governo, até o dia 31 de dezembro ou até o final do mês de março, para entregar o Estado no “padrão de primeiro mundo”. Segundo o parlamentar, o único momento em que o Maranhão parece ser de primeiro mundo é na propaganda oficial.
1013581818-2056255820noticia
“Fiquei perplexo porque eu não sei se a governadora quer afrontar a inteligência dos maranhenses ou se ela não conhece o Estado que ela governa ou que ela desgoverna. Porque dizer que vai entregar o Maranhão no padrão de primeiro mundo é realmente um negócio que é difícil de imaginar”, disse Othelino.

Na tribuna, Othelino comparou a declaração da governadora com a que foi dada, no início do ano, em meio à crise no Sistema Penitenciário, quando ela tentou explicar o caos na Segurança Pública e disse que isso estaria acontecendo porque o “Estado estaria mais rico”. Segundo o deputado, aquela afirmação virou chacota nacional e os veículos de comunicação do país começaram a publicar com destaque a frase de Roseana, evidentemente, fazendo uma crítica, ironizando.
“Como é que a govenadora de um Estado com os piores indicadores sociais do país pode dizer aquilo? Ou será que ela não sabe que, aliás, por responsabilidade do grupo politico que ela comanda, o Maranhão tem os piores indicadores de educação do Brasil e, em alguns casos, é o pior e em outros é o segundo pior? Será que ela não sabe que esse Estado que tem menos policial por habitante?”, indagou Othelino.
O deputado disse que, no Maranhão real, o governo do Estado perdeu R$ 22 milhões que eram para construir novos presídios e evitar o problema da superlotação e agora está na iminência de perder mais R$ 1 milhão. Othelino citou matérias publicadas no “Jornal Pequeno” e no site da revista “Veja”, dando conta que o governo, simplesmente, perdeu e descumpriu todos os prazos de apresentar os documentos para a liberação de R$ 1 milhão, a fim de justamente melhorar a gestão penitenciária no Estado.
“Então, se esse é um Estado de primeiro mundo, imaginemos nós se fosse de terceiro mundo. Imaginemos nós se não fosse o mais pobre da federação. Mas o mais triste não é só ver essa realidade, é assistir à governadora dizer que, com todos esses indicadores, o Maranhão, em poucos meses, ficará em nível de primeiro mundo”, criticou Othelino Neto.
O deputado disse ainda que um Estado que tem menos médicos por habitantes no Brasil não pode ser considerado de primeiro mundo. Segundo ele, na prática, as pessoas sofrem e têm  que correr para São Luís ou Teresina e procurar atendimento hospitalar ou precisam pedir um favor para um deputado, vereador ou político para terem acesso a um hospital. “Esse é o Maranhão que a governadora parece que não sabe que existe”, lamentou.

Othelino Neto não está inelegível



Othelino Neto não está inelegível


Deputado do PCdoB impetrou recurso de embargo de declaração e tem amplo direito de defesa

A mídia sarneysista resolveu se valer de uma decisão monocrática do juiz Manoel Matos de Araújo Chaves, da Vara de Interesses Difusos e Coletivos da Comarca de São Luís, para a qual ainda cabem recursos, e vem propagando, de forma maldosa e irresponsável, que o deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) estaria inelegível para as eleições de 2014, quando, na verdade, ele não está. Isto porque a Lei Complementar 135/2010 (Ficha Limpa), para os casos determinados, prevê que isso só ocorre em caso de decisão transitada em julgado ou proferida por órgão judicial colegiado, o que não é o caso.
O curioso é que esse parecer monocrático do juiz Manoel Matos de Araújo Chaves é de novembro do ano passado e o parlamentar, no uso dos seus direitos, já entrou com recurso de embargo de declaração, mas a Imprensa, ligada ao clã, resolveu explorar isso, exatamente, após o deputado do PCdoB ter recebido em seu gabinete, no exercício do posto de membro da comissão de recesso da Assembleia Legislativa, representantes de um coletivo de advogados brasileiros dos Direitos Humanos que pediram à Casa o impeachment da governadora do Maranhão, Roseana Sarney.
Será que a mídia sarneysista não sabe que um candidato ou pretenso candidato só está inelegível, para os casos previstos na Lei Complementar 135/2010 (Lei da Ficha Limpa), quando uma decisão é transitada em julgado ou proferida por órgão judicial colegiado? Claro que sabe, mas age de forma maldosa e irresponsável para intimidar um deputado da oposição que vem denunciando uma série mazelas de um governo, gerado nas entranhas de um clã que já domina a política do Maranhão há cinco décadas.
Ação sequer chegou ao TJ
Como a ação sequer chegou ao colegiado do Tribunal de Justiça, não há razão para se discutir o efeito da Lei da Ficha Limpa para esse caso, portanto nada impede que Othelino pretenda ser candidato à reeleição de deputado estadual em outubro deste ano. E é claro que a imprensa sarneysista sabe disso, mas prefere interpretar de forma maldosa, pautada nos interesses do grupo Sarney para o pleito que se avizinha com o óbvio objetivo de retaliar e intimidar.
E quanto ao processo movido pelo Ministério Público, que obteve a decisão monocrática do juiz, cabe ao deputado ampla defesa. Ele foi alvo de uma contestação, assim como está sujeita qualquer pessoa que ocupar um cargo público. Em um país democrático como o Brasil, ele tem todo o direito de se defender e de provar que não é culpado.
Deputado responde ao grupo Sarney por meio do Twitter
reacao-othelino-1-1024x615
O deputado Othelino Neto reagiu às investidas de intimidação do grupo Sarney pelo Twitter, rede social. Disse que não tem medo das represálias e que, em pleno exercício de seus direitos políticos, continuará combatendo aqueles que empobreceram o Maranhão.
“É impressionante a arrogância da oligarquia. Pensam que me amedrontam com suas armações e ameaças. Estou determinado a continuar lutando para libertar o Maranhão”, disse Othelino Neto por meio de seu microblog.
Para Othelino Neto, “o grupo Sarney está desesperado com a repercussão do caos na Segurança Pública e no Sistema Penitenciário, criado por ele mesmo, e vem distribuindo todo o ódio”.
O que prevê a Lei Complementar 135/2010 ou Lei da Ficha Limpa?
A lei prevê que serão considerados inelegíveis os candidatos que forem condenados, em decisão transitada em julgado ou proferida por órgão judicial colegiado, em razão da prática de crimes contra a economia popular, a fé pública, a administração pública e o patrimônio público; contra o patrimônio privado, o sistema financeiro, o mercado de capitais e os previstos na lei que regula a falência; e contra o meio ambiente e a saúde pública

Caso a presidenta Dilma se reeleja, Roseana Sarney ocupará ministério

Caso a presidenta Dilma se reeleja, Roseana Sarney ocupará ministério


Está explicada a tranquilidade de Roseana Sarney em permanecer no governo até dezembro de 2014. A Sarney não se aposentará da política, pelo contrário, Roseana deverá ser Ministra de Estado no caso da reeleição da Presidente Dilma.

O convite foi formulado a cerca de seis meses, momento em que Roseana comunicou a possibilidade de permanência no governo do estado até o final do mandato. A Presidente Dilma reconhece a experiência na articulação de Roseana Sarney. 

O Palácio do Planalto fez manifestações reais neste sentido. A liberação dos recurso do PAC/Mobilidade- quase 300 milhões foi determinação direta da Presidente Dilma. Roseana Sarney receberá apoio 100%, para concluir o governo em alta.

Quem pensou que Sarney estava morto, é porque não é vivo. Eu particularmente nunca acreditei nesta "aposentadoria". A minha curiosidade é saber qual o Ministério? Aposto em uma destas áreas que envolve a cidadania, direitos da mulher. 

Maranhão: Mulher que homicidou idoso de 76 anos é condena; o crime aconteceu em 2012 após vítima se recusar a pagar "programa"

Maranhão: Mulher que homicidou idoso de 76 anos é condena; o crime aconteceu em 2012 após vítima se recusar a pagar "programa"

Imagem ilustrativa
O Tribunal do Júri da Comarca de Paço do Lumiar (a 25 km de São Luís) condenou Keitiane Mesquita, conhecida como "Pandora", a 21 anos e 10 meses de reclusão, em regime fechado, no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, por homicídio qualificado praticado contra Raimundo Nilson Gomes, 76 anos. A condenação resulta de Denúncia oferecida, em agosto de 2012, pela titular da 1ª Promotoria de Justiça da Comarca, Gabriela Brandão da Costa Tavernard.

Na Denúncia, a representante do Ministério Público do Maranhão (MPMA) relata que Keitiane frequentemente mantinha relações sexuais com Raimundo, mediante pagamento de valores que variavam de 50 a 100 reais. Segundo familiares, o idoso era bastante debilitado e sofria de demência, razão pela qual tomava remédios controlados.

Em 10 de agosto de 2012, após o programa, o idoso contou a Keitiane que não tinha dinheiro. Então, ela o esfaqueou duas vezes no abdômen. Socorrido por um filho, Raimundo permaneceu internado no Hospital Socorrão II até sua morte, dois dias depois.

Presa em flagrante, a condenada confessou a autoria do crime, destacando que havia agido em "legítima defesa". Ela também afirmou a uma filha do idoso que havia esfaqueado o idoso porque ele não tinha dinheiro para pagar o "programa" que combinaram.

Na sentença, a juíza Jaqueline Reis Caracas ressalta que a condenada "tem comportamento desajustado e é usuária de entorpecentes, inclusive com dependência química e física, (...) vivendo da prostituição, admitindo que o dinheiro que recebia usava para a compra de drogas"

Ex-governador Zé Reinaldo é tido como um dos prováveis eleitos a deputado federal pelo Maranhão.

Ex-governador Zé Reinaldo é tido como um dos prováveis eleitos a deputado federal pelo Maranhão.

O ex-governador José Reinaldo Tavares (PSB) é tido, até pelos próprios adversários, como um dos nomes de peso na articulação da oposição no Estado.
Segundo palavras do jornalista Marco Aurélio D'Eça, Zé Reinaldo foi um dos melhores aprendizes do senador José Sarney (PMDB), e conhece como ninguém as articulações políticas, sobretudo em suas nuances eleitorais.
Agregador, tem conseguido manter alinhados ao projeto de Flávio Dino, mesmo lideranças que não comungam diretamente com as práticas e opiniões do comunista.
Dino tanto reconhece o papel do seu padrinho político que tem se empenhado pessoalmente para fortalecer a pré-campanha do ex-governador a deputado federal.
Muitos analisam que José Reinaldo Tavares é nome certo na lista dos 18 eleitos que formarão  a futura bancada maranhense na Câmara Federal a partir de 2015.
Em Bacabal, se depender do presidente do Diretório Regional do PPL (Partido da Pátria Livre), o acadêmico de Direito, José Maranhão, Tavares também colherá seus frutos pela região do Mearim.
Amigo pessoal do ex-governador, de quem já adotou até o sobrenome, Zé Maranhão Tavares não esconde de ninguém que vota e não abre mão de levantar a bandeira da campanha de Zé Reinaldo a deputado federal.

Política de Resíduos Sólidos prevê o fim dos lixões até 2014

Política de Resíduos Sólidos prevê o fim dos lixões até 2014

Municípios que não acabarem com os lixões a céu aberto até agosto de 2014 vão responder por crime ambiental. As multas previstas chegam a R$ 50 milhões. Prefeitos já pressionam para prorrogar esse prazo.
Aprovada em 2010 pelo Congresso Nacional, a Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei12.305/10) exige que as cidades brasileiras acabem com seus lixões até agosto do ano que vem. Para isso é preciso organizar a coleta seletiva, instalar usinas de reciclagem e depositar o material orgânico em aterros sanitários.

De acordo com dados da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública (Abrelpe), em 2012, 58% dos resíduos sólidos coletados no Brasil seguiram para aterros sanitários, de forma apropriada. Os outros 42% foram depositados em lixões ou aterros controlados, que pouco se diferenciam dos lixões. Ambos não possuem o conjunto de sistemas e medidas necessários para a proteção do meio ambiente.
Segundo a Associação Nacional de Órgãos Municipais do Meio Ambiente, até agora apenas 10% dos quase 3 mil municípios com lixões conseguiram solucionar o problema. O presidente da associação, o ex-deputado Pedro Wilson, aponta dificuldades financeiras dos municípios para cumprir as determinações lei.

“É uma das melhores leis que nós temos no Brasil, mas precisamos efetivá-la. Os municípios brasileiros - grandes, médios ou pequenos - necessitam de apoio, seja do governo federal, seja dos governos estaduais, que, aliás, têm ficado parados”, critica.

A diretora do Departamento de Ambiente Urbano do Ministério do Meio Ambiente, Zilda Veloso, lembra que, em agosto do ano passado, venceu o prazo para que todos os municípios elaborassem seus planos de gestão dos resíduos sólidos. Segundo Zilda, apenas 10% dos 5.565 municípios conseguiram cumprir isso.

“Como tudo está atrelado ao plano de gestão integrada de resíduos, se não temos o plano, temos baixa ou nenhuma possibilidade de financiar os aterros e os outros equipamentos para que se tenha uma gestão adequada do lixo”, explica.

Na visão de Zilda Veloso, vários fatores contribuíram para que tão poucos municípios cumprissem a determinação de fazer seus planos de gestão do lixo. Um deles foi o início da vigência da Política de Resíduos Sólidos em ano eleitoral, com mudança de prefeitos. Outro seria a baixa capacitação dos gestores municipais. Zilda Veloso explica que o Ministério do Meio Ambiente pretende fazer um curso a distância para os funcionários das prefeituras sobre gestão do lixo. “[Além disso,] estamos lançando alguns manuais para ajudar aquelas prefeituras que ainda têm alguma dificuldade.”

Esforços integrados
Zilda explica ainda que o governo está investindo em projetos de regionalização, “no entendimento de que: se nós juntarmos alguns municípios, vamos ter um barateamento do custo e uma possibilidade maior de dar certo”.
Pedro Wilson também acredita que os projetos de regionalização, por meio de consórcios, possam ser uma saída para garantir o fim dos lixões nos municípios.

“Nós somos 5.600 municípios. É praticamente impossível fazer 5.600 aterros sanitários. Mas podemos usar uma outra lei importante, que chama dos Consórcios Públicos. Ao invés de fazer 40 aterros sanitários, vamos fazer 20, vamos fazer 10”, defende Pedro Wilson. Ele lembra que já há uma experiência nesse sentido em andamento em Brasília. “[Será] o primeiro consórcio interfederativo, Goiás e Brasília.” 
Dep. Arnaldo Jardim (PPS-SP)
Arnaldo Jardim é contra prorrogar o prazo: "vamos empurrar o problema."
Prorrogação do prazo
A Política Nacional de Resíduos estabelece que os municípios que dispuserem lixo a céu aberto após agosto de 2014 passarão a responder por crime ambiental. As multas previstas variam de R$ 5 mil a R$ 50 milhões.

O deputado Arnaldo Jardim (PPS-SP) - um dos relatores do projeto de lei que deu origem à Lei de Resíduos Sólidos - explica que existe pressão dos prefeitos para prorrogar o prazo para as prefeituras colocarem fim aos lixões, mas critica a proposta. “Se nós dilatarmos, vamos empurrar o problema. Daqui a dois, se pede mais um adiamento. Lixão é ponto de honra, é crime.”

Já o deputado Guilherme Campos (PSD-SP) concorda com a demanda dos prefeitos. “Os municípios têm razão em chiar porque, na prática, o que acontece? Tudo aquilo que é provado aqui na Câmara e no Senado, por iniciativa do governo federal, só coloca as obrigações [para os municípios] e não dá nenhuma oportunidade de financiamento dessas obrigações”, reclama. “O município tem que ser reconhecido como principal ator nesse processo e tem que ser repassado recursos à altura dessa nova responsabilidade que assume.”
Lucio Bernardo Jr. / Câmara dos Deputados
Audiência pública para debater sobre Pirataria, Prevenção, Repressão e seus Impactos na Economia do País. Dep. Guilherme Campos (PSD-SP)
Guilherme Campos quer mais prazo: é fácil impor obrigação sem suporte financeiro.
Guilherme Campos sugeriu a criação de uma comissão especial reunindo os projetos de lei em tramitação no Congresso sobre resíduos sólidos para aperfeiçoar e atualizar a legislação.

Já para o deputado Arnaldo Jardim, o papel primordial do Congresso agora é pensar em instrumentos econômicos e financeiros para possibilitar e estimular a reciclagem. Uma das demandas de representantes da indústria e do comércio da reciclagem é o fim da bitributação sobre produtos reciclados. Eles alegam que já existem tributos na fase de fabricação e de consumo.