Sem os cofres do Estado para manter negócios da família, Sarney quer vender parte da Ilha de Curupu por R$ 37 milhões


O ex-presidente e ex-senador José Sarney parece ter encontrado uma solução imediata para os problemas financeiros dos negócios da família, principalmente depois que o dinheiro público ficou escasso: a venda de parte da Ilha de Curupu, localizada no município de Raposa, por R$ 37 milhões.

A revelação foi feita pelo jornalista Cláudio Humberto em seu blog hospedado no Diário do Poder, nesta quarta-feira (18).  

O lote colocado à venda corresponde a 12,5% do território da Ilha cujo valor total de venda é avaliado em R$ 200 milhões. Pelas informações são dois milhões de metros quadrados de uma área de 16 milhões de metros.

A venda está a cargo do corretor imobiliário Lírio de Aguiar – conhecido como o  corretor de Brasília.

Além da Ilha de Curupu, o pai da ex-governadora Roseana quer apossar-se também das Ilhas de Mugijaia e até da praia do Carimã, área de preservação ambiental pertencente à União.

Pelo visto, se a oligarquia não conseguir retomar o poder no Maranhão, em 2018, Sarney terá que vender toda a Ilha de Curupu e outros bens. 

A tábua de salvação, até o momento, tem sido o (des)governo Temer. Mas, pelo visto, os negócios não estão prosperando, mesmo com a ajuda do golpista.
Share:

Blog Archive

Blog Willian Redondo - WhatsApp - (98) 9966-8347

Blog Willian Redondo - WhatsApp - (98) 9966-8347
E-mail: willian.redondoombrods@gmail.com