Flávio Dino diz que no primeiro ano economizou R$ 325 milhões e anuncia que governo não vai financiar campanhas eleitorais.

 Essa eu quero vê! Se não financiar vai perde todas.

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), disse que na sua gestão foram economizados R$ 325 milhões com o corte de gastos supérfluos ou gastos ilegais.
A declaração foi feita em uma entrevista do Jornal Pequeno publicada neste domingo (27).
“conseguimos fazer com que esse dinheiro pudesse ser aplicado em programas sociais importantes, como o programa Bolsa Escola – que vai em janeiro dar a famílias de baixa renda a possibilidade de comprar material escolar para seus filhos, – e o programa Escola Digna, que começa a substituir as escolas de taipa por novos prédios decentes e adequados”, disse Flávio
Governador falou sobre impeachment, segurança pública e participação nas eleições
Durante a entrevista, o governador falou sobre a crise econômica e a necessidade do seu governo estar preparado para enfrentar a queda na receita. Outro ponto considerado “sensível a aprimorar” é a questão de segurança pública, segundo disse Flávio Dino.
Sobre o impeachment da presidente Dilma Rousseff, Flávio Dino disse que é algo desastroso parao país: “eu reafirmo a minha crença de que o impeachment é inconstitucional e é nocivo aos interesses do País e do Maranhão”.
Em relação às eleições municipais, Flávio Dino reafirmou que o governo não vai se engajar no apoio a nenhuma candidatura.
“O governo não vai participar das eleições, porque a tarefa do governo é governar. Nós não teremos recursos públicos financiando campanhas. Isto é inclusive uma revolução no Maranhão. Mas o governador vai participar intensamente, porque tem compromissos assumidos em 2014, e este vai ser um parâmetro fundamental. Todos aqueles que estiveram comigo na campanha serão respeitados. E os compromissos que eu fiz em 2014 serão honrados. Então, como governador, como militante político, estarei sim presente nas eleições municipais, buscando em primeiro lugar unificar ao máximo o quanto possível o nosso campo, os nossos partidos que fizeram com que eu estivesse aqui no governo e, quando isto não for possível, buscando acordos de procedimentos entre os vários partidos, a fim de permitir que nós mantenhamos esta unidade estadual”, disse Flávio Dino.  

Share:

Blog WILLIAN REDONDO

Blog Willian Redondo - WhatsApp - (98) 9966-8347

Blog Willian Redondo - WhatsApp - (98) 9966-8347
E-mail: willian.redondoombrods@gmail.com