GEDDEL AMEAÇA TEMER E DIZ QUE AMIGOS O ABANDONARAM EM VALE DE LEPROSOS


Braço direito de Michel Temer por mais de vinte anos, o ex-ministro Geddel Vieira Lima mandou um recado ao chefe, ao prestar depoimento nesta terça-feira 6; "Vejo hoje que amigos, pessoas, de longa data, me jogaram em um vale de leprosos"; em sua carreira, Geddel foi indicado por Temer para ocupar cargos no setor portuário e na Caixa Federal até se tornar seu principal ministro, responsável pela indicação de todos os cargos na máquina pública, após o golpe de 2016; depois disso, Geddel entrou para a história mundial da corrupção após protagonizar a maior apreensão de dinheiro sujo da história do Brasil: nada menos que R$ 51 milhões, em seu bunker, em Salvador; declaração desta terça pode ser sinal de delação
Braço direito de Michel Temer por mais de vinte anos, o ex-ministro Geddel Vieira Lima mandou um recado ao chefe, ao prestar depoimento nesta terça-feira 6. "Vejo hoje que amigos, pessoas, de longa data, me jogaram em um vale de leprosos", afirmou.
Em sua carreira política, Geddel foi indicado por Temer para ocupar cargos no setor portuário e na Caixa Federal até se tornar seu principal ministro, responsável pela indicação de todos os cargos na máquina pública, após o golpe de 2016.
Depois disso, Geddel foi demitido ao tentar obrigar o ex-ministro da Cultura, Marcelo Calero, a liberar uma obra ilegal em Salvador, onde ele tinha um apartamento de luxo. Na sequência, Geddel entrou para a história mundial da corrupção após protagonizar a maior apreensão de dinheiro sujo da história do Brasil: nada menos que R$ 51 milhões, em seu bunker, em Salvador.
A declaração desta terça pode ser sinal de delação – que poderia implicar justamente os amigos que o jogaram no vale dos leprosos.


Share:

Blog WILLIAN REDONDO

Blog Willian Redondo - WhatsApp - (98) 9966-8347

Blog Willian Redondo - WhatsApp - (98) 9966-8347
E-mail: willian.redondoombrods@gmail.com