SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

NA HORA DE VOTAR VICTOR FICA EM CIMA DO MURO



NA HORA DE VOTAR VICTOR FICA EM CIMA DO MURO: FAVOR OU CONTRA O IMPEACHMENT. DEIXA O ABACAXI NAS MÃOS DOS ELEITORES


O Brasil começa a contar nova historia política quando o presidente da Câmara Eduardo Cunha acata o pedido de imperchment da Presidente Dilma (03/12/)  assinado pelos juristas Hélio Bicuto e Miguel Reale Junior.
Após rejeitar catorzes pedidos, o presidente da Câmara se sentiu ameaçado com o apoio dos petistas na comissão de ética para cassar o mandato, então resolveu colocar Dilma na Belinda.
Tanto a presidente Dilma como Eduardo Cunha, os dois com a barba de molho começaram então a lavar a roupa suja como a chamada barganha.
Com o caldo derramado as duas personagens iniciaram um jogo de quem MENTIU. Dilma disse que não barganhou com Eduardo Cunha o arquivamento do pedido de impeachmente contra ela, já Eduardo Cunha confirma ao contrario
MENTIR? Como se fosse novidade para Dilma ou Cunha. (Eu pensava que gente grande não soltasse cachorro com corda. No popular mentiras). Somente olhinho, Zé Beicinho ou Manuel Tucura)
No período da campanha Dilma mentiu ao afirmar que o pais estava mil maravilha. Hoje o Brasil encontra-se em um lamaçal econômico, político, social, ambiental, já por outro lado, Eduardo Cunha negou por varias vezes que não tinha conta na Suíca foi desmascarado e deve perder os direitos políticos. Em entrevista ao programa Mariana Godoy o ex- governador do Ceará Ciro Gomes sobre Eduardo Cunha: ‘Eu acredito que o Judiciário vai mandar esse cidadão pra cadeia, não demora. Vamos confiar, as instituições estão funcionando. Esse vai pra cadeia, só pra provar que o Brasil não é uma republiqueta
Diante desse jogo de indecisão que o Brasil assistir o desenrolar. O deputado federal Victor Mendes enviou mensagens aos eleitores para opinarem se vota contra ou favor do impeachment, ou seja, o deputado almeja dividir a responsabilidade com os outros. Daí originou o titulo da matéria “Na hora de votar Victor fica em cima do muro. favor ou contra o impeachmente, deixa o abacaxi nas mãos dos eleitores!
Na opinião do deputado federal Victor Mendes (PV) o pais passa por um momento histórico pelo recebimento do pedido de impeachmente da Presidente Dilma pelo presidente da Câmara Eduardo Cunha. Começa então trazer a decisão para o Congresso se tira ou não Dilma do comando da Nação
Victor disse ainda que não é uma decisão fácil  e não é uma decisão que orgulha quem está no congresso
Diante do imbróglio, o deputado ao se definir como representante do povo do Maranhão afirma que vai compartilhar com os eleitores e como o grupo político a que pertence à decisão se vota a favor ou contra a permanência de Dilma como chefe do executivo Nacional. Além de tudo, Victor afirma mesmo que tenha suas convicções e opiniões individuais, mas deseja dividir a decisão com o povo maranhense e principalmente com aqueles que o colocaram no congresso.
 “ Meu posicionamento dependerá muito da posição do grupo político, das pessoas e principalmente da sociedade, Irei ouvi-los com muita atenção para formais, não só meu juízo, mas tomar uma decisão pensando  do bem do nosso pais”
Victor lembra ainda que deve se tomada logo uma decisão para o bem do pais, sendo ela contra ou a favor do permanência de Dilma para poder acabar com essa discussão
Sem citar nome, disse que não pode se aceitar que alguns personagens se intitulem de heróis, mas no fechar da cortinas são verdadeiros vilões.
Não podemos deixar que as pessoas que vão as ruas se manifestem somente a favor do impeachment sem que olhem também o que está acontecendo na Presidência da Câmara por que o Presidente atual não tem condições morais de conduzir nenhum processo de impeachmente.Alertou

Autor: Carlos Augusto