Pacote com R$ 50 mil para comprar votos é apreendido em avião no interior do MA

Dinheiro estava em maços de notas diferentes…
 Por meio de uma denúncia anônima e atuação firme do Ministério Público Eleitoral da 44ª Zona, a Polícia Civil apreendeu em um avião monomotor CESNA 210 a volumosa quantia de R$ de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais) em espécie, na cidade de Passagem Franca,  por volta de 13h desta terça-feira (27),
No pacote com envelope de marcas do Banco do Brasil continham maços de cédulas de de 100, 50 e 20 reais.
Liderada pelo  delegado Fábio Brito de Amaral, a ‘operação Santos Dumont’ foi deflagrada em cumprimento a mandado de busca e apreensão já que haviam sido passadas informações de que a aeronave, de propriedade de Juarez Alves da Silva, conhecido como ‘Miliao’, estava vindo da cidade de Itaituba/PA com o dinheiro.
Avião foi apreendido em Passagem Franca; dinheiro seria usado para comprar votos.
Segundo o MPE, o dinheiro que não se sabe a origem, seria usado para a compra de votos, e portanto, desequilibrar o processo eleitoral no município de Lagoa do Mato.
O proprietário do avião foi conduzido à delegacia de Passagem Franca e liberado após sua oitiva, mas o dinheiro foi apreendido.
A polícia prossegue com as investigações para saber quem seria o destinatário do dinheiro.
Há suspeita que a “bolada” seria referente a empréstimo de um agiota ao um candidato a prefeito da cidade de Lagoa do Mato.


Share:

Presidente Sarney, no Maranhão, é a pior do País em Bem-Estar

Emancipado em 1994, o município de Presidente Sarney, no Maranhão, amarga a pior posição entre as 5.565 cidades brasileiras no Índice de Bem-Estar Urbano (Ibeu), elaborado pelo Observatório das Metrópoles. A cidade de pouco mais de 17 mil habitantes, a maioria na área rural, também contabiliza números ruins em outros indicadores.
O município está encravado na região mais pobre do Estado: a Baixada Maranhense. Tem Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) 0,555 e a renda per capita é de R$ 170.
Presidente Sarney não tem abastecimento de água e depende dos poços da praça e de algumas casas que instalaram o equipamento. A esperança para o problema é a ligação com o Rio Turi, distante nove quilômetros.

A cidade também não tem saneamento básico, água encanada, emprego nem hospital. Porcos, bois, cavalos, cachorros e bodes passeiam pela única avenida, a Padre Rios, onde também se acumula o lixo, que só é recolhido a cada três dias. Avaliações da Secretaria Municipal de Saúde apontam que todas as crianças têm vermes. Nenhum representante da prefeitura foi encontrado para comentar o resultado. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
Share:

Pesquisas da Escutec são colocadas sob suspeita depois de muitos atropelos do Instituto.


Uma articulação feita nos bastidores pelo Prefeito de Pinheiro Filuca Mendes com o ex-presidiário Fernando Junior dono da Escutec.      

Desde 1998, a Escutec passou a fazer pesquisas eleitorais no Maranhão. Com a mesma facilidade com que coleciona clientes, a empresa possui no portfólio um sem-número de polêmicas por conta do seu trabalho.
Não é de se esperar que, numa disputa política, o resultado de uma pesquisa agrade a todos os candidatos. O problema é quando os resultados não batem após abertas as urnas. Quando os números são dissoantes daqueles que foram divulgados.

O caso das duas pesquisas no mesmo dia com resultados diferentes
Nessa quarta-feira (28) a Escutec se envolveu em nova polêmica, desta vez na cidade de Pinheiro. Primeiro o jornal O Estado do Maranhão divulgou uma pesquisa que aponta o candidato Luciano Genésio na liderança da disputa. Logo depois, blogs aliados do prefeito Filuca divulgaram uma pesquisa da mesma Escutec com um resultado diferente, onde o prefeito é que está na liderança

Prisão de Fernando Júnior volta à tona
Com a divulgação das pesquisas eleitorais esse ano, volta à baila a notícia da prisão do empresário Fernando Junior, dono da Escutec. Ele foi preso pela Polícia Federal em outubro de 2015 durante a operação Attalea, que investiga desvio de dinheiro da prefeitura de Anajatuba, no Maranhão. hummmmmmmmm será que pinheiro ta neste rolo.

O caso dos povoados de Santa Inês
Uma pesquisa da Escutec sobre as intenções de voto em Altamira demonstrou uma articulação feita nos bastidores por Robert Bringel , ex-prefeito de Santa Inês e Ricardo Almeida, prefeito de Altamira e candidato a reeleição.
O esquema resulta na venda dos votos de povoados de Santa Inês para favorecerem Ricardo Almeida (PMDB) na disputa eleitoral. Robert Bringel teria vendido os eleitores por meio milhão de reais. 
Há alguns anos, oito povoados de Santa Inês foram incorporados a Altamira, são eles: Barro Branco, Bom Futuro, Bom Jesus, Boa Vistinha, Ladeira do Gato, São João dos Crentes, Santa Cruz e Três Satubas.
Esses povoados foram beneficiados na gestão de Bringel quando foi prefeito de Santa Inês. Agora, aproveitando da sua influência, ele negociou os votos da região em favor de Ricardo Almeida. Os povoados já voltaram a pertencer a Santa Inês, mas os moradores continuam cadastrados como eleitores em Altamira.
Bringel, Ricardo Almeida e Dr.Miranda, pai de Ricardo e quem realmente manda na prefeitura, visitaram os povoados no inicio do mês. Dois dias depois a Escutec mandou fazer a pesquisa na cidade e listou cinco desses povoados. O resultado deu favorável a Ricardo Almeida, em índice que foi divulgado sem sequer listar o percentual de indecisos ou votos brancos e nulos.


Share:

Sebrae e Senar levam educação empreendedora para famílias do campo


Três turmas do Programa Negócio Certo Rural estão em 

andamento na regional Santa Inês.


O Sebrae em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), está possibilitando, por meio do Programa Negócio Certo Rural, que diversas famílias de municípios do interior do estado se capacitem para administrarem seus negócios no campo.
Na regional de Santa Inês, atualmente três turmas do Programa Negócio Certo Rural (NCR) estão em andamento, nos municípios de Zé Doca, Nunes Freire e Viana e recentemente foram concluídas as capacitações em Arari, Viana e Matinha. Todo conteúdo é voltado aos pequenos produtores rurais e suas famílias e utiliza ferramentas simples de gestão, para que eles possam desenvolver e melhor administrar suas pequenas propriedades rurais.
A maioria dos participantes do NCR cultiva hortaliças, cria frango caipira ou peixe em cativeiro e tira desse trabalho a renda que mantem a família, como o Jorge Daniel Ribeiro, presidente da Associação dos Produtores Rurais de Cacoal, uma comunidade quilombola na zona rural de Viana, ele fez questão de enfatizar que se inscreveu porque acredita que esse é o melhor caminho para melhorar a atividade e ter resultados. “Já participei de outras capacitações oferecidas pelo Sebrae e aprendi muito, inclusive hoje sou fornecedor de produtos para merenda escolar, por conta de cursos que me prepararam para isso”, enfatizou.
Presente no lançamento de mais uma turma do programa em Viana, eu aconteceu no último dia 20, a coordenadora do NCR, Agriciomar Melo, ressaltou a importância de preparar os produtores rurais para trabalhar nos seus negócios.
De acordo com o gerente da regional do Sebrae em Santa Inês, Aluizio Muniz, também presente no lançamento da nova turma do programa em Viana, os resultados têm sido animadores. “Até o final do ano vamos capacitar 13 turmas do Negócio Certo Rural só em municípios da nossa Regional. Estamos satisfeitos porque essa metodologia está dando certo no setor rural, uma vez que trabalha tanto a gestão de produção, quanto a comercialização e desperta no dono da propriedade o espirito empreendedor, onde ele passa a buscar resultados levando em conta a qualidade e a produtividade do pequeno negócio”, conclui Muniz.
Gilciléa Marques
Unidade de Marketing e Comunicação
Regional do SEBRAE em Santa Inês - Ma
Contatos: (98) 8237-3242

Sebrae – Santa Inês -MA (98) 3653 2461 
Share:

Governador Flávio Dino assina ordem de serviço para construção de ponte sobre o Rio Pericumã

Um sonho antigo deixa o papel para mudar a vida da população da Baixada Maranhense. O governador Flávio Dino deu a largada, nesta terça-feira (27), em Bequimão, na construção da ponte sobre o Rio Pericumã. Um sonho antigo dos moradores, a ponte ligará Bequimão à Central do Maranhão, beneficiando, além das duas cidades, mais de 10 municípios da região, gerando empregos durante a obras e garantindo renda a pelo menos 450 famílias.
Ao assinar a ordem de serviço, que autoriza o início da construção, o governador lembrou os impactos que a ponte trará. “Acredito muito nessa região. É um investimento de quase R$ 70 milhões, que vai gerar imediatamente 400 empregos, é uma ponte que vai beneficiar diretamente 10 municípios e dinamizar atividades econômicas, como a agricultara familiar, a pesca, o turismo. É uma obra esperada há cinco décadas, que vai integrar os municípios à capital do Maranhão, acima de tudo gerando oportunidade às pessoas antes esquecidas, porque essa obra nunca foi prioridade, mas no nosso Governo é”, enfatizou o governador, lembrando que será um passo importante até para tornar mais conhecidas as belezas do litoral ocidental do Maranhão, garantida a facilidade no acesso.
Com 589 metros de extensão, a ponte tem um projeto de engenharia de complexidade técnica. O engenheiro responsável pela obra, Luís Calil, explicou que na região onde será construída a ponte há 26 metros de espessura de solo mole, e além do rio, também existe a influência de marés. “Essa obra só se compara a ponte do Rio Negro, no Amazonas, com fundações de características iguais a essa. É uma obra de um grau de dificuldade técnica muito grande, porque é uma obra de execução sobre lâmina d’água de 17 metros e no subsolo tem uma coluna de solo mole. Mas nós temos técnicas apuradas e vamos executar com dignidade, como o governador espera”, destacou o engenheiro.
Para a mão de obra, o governador solicitou que fosse dada prioridade à população local, o que animou os moradores, como Lúcia Cristina, que vê uma grande oportunidade se abrindo. “Vai gerar emprego e aqui precisa muito. Além disso, vai ficar mais perto para quem precisa viajar entre os dois municípios. É um sonho muito antigo”, pontuou


Share:

Juiz defere candidatura de Luizinho Barros em São Bento…



O juiz Marcelo Moraes Rêgo de Souza, da Terceira Vara Eleitoral, deferiu o registro  do candidato a prefeito de São Bento, Luizinho Barros (PCdoB), e de seu vice, Daniel Cid Bitencourt, da coligação “São Bento de Todos Nós”.
O magistrado alega que o processo está devidamente instruído com os documentos pertinentes e que a elegibilidade de Daniel Cid Bitencourt, que havia sido contestada, fica assegurada nos termos da Lei.
A decisão, que defere a candidatura de Luizinho Barros e de seu vice em São Bento, faz cair por terra todas as acusações infundadas desferidas pelos adversários de que a candidatura estaria irregular.
Na mais recente pesquisa realizada em São Bento, o instituto Escutec aponta que o candidato Luizinho Barros (PCdoB) é o líder absoluto na disputa pela Prefeitura  com 54,5% das intenções de voto, na pesquisa estimulada, com larga vantagem em relação ao segundo colocado, Dino Penha (PV), que aparece com 16,5%.
O levantamento, encomendado pelo Blog Marrapá, foi registrado, no dia 26 de agosto de 2016, no Tribunal Superior Eleitoral  (TSE) sob o protocolo  de número MA-08405/2016. Foram entrevistadas 400 pessoas.
Ainda na estimulada, o atual prefeito Carrinho Muniz (PSDB) aparece em terceiro lugar com 14,8% das intenções de voto, Raimundo Borges (PSC) está com 1%, Nenhum Deles 2,3% e Não Sabe/ Não Responde 11%.
Na espontânea, quando os nomes dos candidatos não são citados pelo entrevistador, Luizinho Barros aparece também com larga vantagem, 51,8%, em relação  aos dois adversários empatados na segunda colocação, Dino Penha e o prefeito Carrinho Muniz (PSDB), com 13,5% cada um. 1,8% disseram que não votariam em Ninguém e 19,5% Não Sabe/ Não Responde.


Share:

TSE autoriza tropas federais em 44 cidades do Maranhão,

Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral autorizaram na noite desta terça-feira, 27 de setembro, envio de forças federais para 44 municípios maranhenses. São eles: Amarante do Maranhão, Araióses, Água Doce do Maranhão, Arame, Bacuri, Barra do Corda, Fernando Falcão, Benedito Leite, Bequimão, Bom Lugar, Buriti, Buriticupu, Bom Jesus das Selvas, Cajari, Carolina, Codó, Coelho Neto, Coroatá, Cururupu, Guimarães, Lago da Pedra, Matinha, Olinda Nova do Maranhão, Mirador, Sucupira do Norte, Passagem Franca, Buriti Bravo, Penalva, Pinheiro, Pedro do Rosário, Presidente Sarney, Santa Helena, Turilândia, Santa Luzia, Santa Luzia do Paruá, Santa Rita, São José de Ribamar, São Luís, São Raimundo das Mangabeiras, Sambaíba, São Vicente Férrer, Tuntum, Tutóia e São Mateus.
No pedido de força federal para estes 44 municípios, o TRE-MA argumentou ser de “conhecimento geral que o processo eleitoral no país inteiro tem acarretado, com significativo aumento nos últimos pleitos, disputas acirradas entre grupos políticos locais que não raro desencadeiam episódios de violência ora contra eleitores, ora contra esta Justiça especializada, seu patrimônio, juízes e servidores.
Share:

Tabela do Brasileirão 2016

Blog Archive