Áudio: Ex-prefeita Bia Venâncio diz ser um “arquivo vivo” e declara amor ao grupo Sarney

Presa duas vezes pela Polícia Federal, na primeira em setembro de 2012 durante a Operação Alien, e na segunda vez, no último dia 16/06 no aeroporto de São Luís, a ex-prefeita Bia Venâncio (PV) afirmou em grupos de redes sociais nesta segunda-feira (03) que vai começar a sair do silêncio: “Eu sou o que se pode dizer hoje de arquivo vivo, tentaram me transformar em arquivo morto”. Afirmou.
Aliada inconteste da família Sarney, Bia diz que sua história está escrita e bem guardada. “Se me acontecer alguma coisa não adianta porque vai vir a público”, lembra a ex-gestora que deixou o cargo monitorada por uma tornozeleira da PF.
Bia também aproveitou para declarar fidelidade ao grupo político da família Sarney: “O meu grupo é o grupo Sarney, façam o que quiser comigo, mas eu não mudo, eu sou leal, grata”, afirmou.
Para completar a declaração de amor, a ex-prefeita luminenese lista os nomes dos seus aliados. “Lobão, João Alberto, Sarney, Roseana, Sarney Filho, todas essas pessoas que pertencem ao grupo Sarney”, concluiu.
Em tempo, o ex-vereador Thiago Arôso, filho de dona Bia, é assessor especial do deputado estadual Adriano Sarney (PV).
– Ouça abaixo:

 

Share:

Blog Archive

Blog Willian Redondo - WhatsApp - (98) 9966-8347

Blog Willian Redondo - WhatsApp - (98) 9966-8347
E-mail: willian.redondoombrods@gmail.com