Curso de informática

Curso de informática

Roseana com medo

Roseana está temerosa em disputar a eleição para o governo do estado. A filha do ex-senador José Sarney tem um medo enorme de perder para Flávio Dino.
Sem a máquina do governo na mão e os problemas que enfrenta na Justiça – é acusada pelo Ministério Público de provocar um rombo de R$ 1 bilhão nos cofres estaduais – Roseana só enfrentará Dino no próximo ano se tiver certeza que pode vencê-lo.
Como as pesquisas indicam o alto desgaste de Roseana perante a população e, por sua vez, a liderança de Flávio, ela só anunciará que concorrerá ao governo caso haja uma catástrofe com a gestão comunista.
É por isso que Roseana se mantém em silêncio. Caso Flávio estivesse tão mal mesmo, ela já estaria em plena campanha pelos municípios. Acostumado a ganhar eleições à base do poder econômico, o grupo Sarney não arriscará ser aniquilado em mais uma derrota para Flávio Dino.

Enfraquecida com a perda do Governo do Estado, sem representantes em primeiro grau no Senado e na mira da polícia, o patriarca José Sarney prepara um pacote de candidaturas.

Não se surpreenda caso no próximo ano o nome da família Sarney ganhe destaque não apenas nas manchetes policiais, mas no horário eleitoral. Enfraquecida com a perda do Governo do Estado, sem representantes em primeiro grau no Senado e na mira da polícia, o patriarca José Sarney prepara um pacote de candidaturas.
Sarney e Roseana acharam que pudessem viver sem mandato, apenas desfrutando do patrimônio adquirido ao lango de quatro décadas de poder. Eles não imaginavam as barras da justiça nos seus calcanhares. A candidatura da ex-governadora Roseana não é novidade. Em busca de foro privilegiado e de outras benesses seu nome é certo nas próximas eleições. Basta combinar com o irmão, Sarney Filho, qual será candidato ao governo, ao senado ou até ao parlamento federal. Adriano Sarney é o representante oficial na Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão. Dessa forma teria um Sarney candidato ao governo, ao senado, a deputado federal e a deputado estadual, fechando assim o santinho distribuído ao eleitor.

Porém, a surpresa maior é a volta de José Sarney ao senado. Aos 86 anos, o velho oligarca cogita mais uma candidatura pelo Amapá. Ele conta com o apoio do governador Waldez Góes (PDT), principal aliado nas últimas cinco eleições e tem liderado as pesquisas no Estado.

PGR pede à Suíça acesso a contas de filhos de Lobão

Márcio e Lobão Filho respondem a processo criminal e estão com contas bloqueadas no país europeu devido à suspeita de que dinheiro movimentado era propina por contratos no setor elétrico. Ex-ministro de Minas e Energia, senador é investigado na Lava Jato

Pedro França/Ag. Senado
Defesa diz que Lobão não tem contas no exterior nem motivo para se preocupar com bloqueio que alcança os filhos
 
O Ministério Público da Suíça confirmou, nessa sexta-feira (24), que bloqueou contas bancárias em nome de Edison Lobão Filho e Márcio Lobão, filhos do senador Edison Lobão (PMDB-MA), presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado. A Procuradoria-Geral da República já solicitou a autoridades suíças a manutenção do bloqueio e o envio de dados sobre o caso ao Brasil. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
De acordo com a publicação, diante da suspeita de que as contas receberam depósitos de origem criminosa, os recursos foram bloqueados em fevereiro de 2015, com a abertura de um processo criminal contra Márcio e Lobão Filho. As autoridades suíças confirmam também que o senador está entre os políticos brasileiros que fazem parte de uma investigação por corrupção.
Segundo a reportagem de Jamil Chade, não foram revelados os valores das contas. Os procuradores suspeitam que elas foram utilizadas para receber dinheiro de propina no setor elétrico, como no caso da usina de Belo Monte. Lobão foi ministro de Minas e Energia.
Márcio e Lobão Filho recorreram para derrubar o bloqueio e impedir a transmissão dos dados ao Brasil, alegando que não há prova de irregularidade na origem dos recursos. Seus pedidos, porém, foram rejeitados duas vezes. O advogado Antonio Carlos de Almeida Castro, que defende o senador, afirmou que o presidente da CCJ não tem contas no exterior nem motivos para se preocupar com o bloqueio das contas dos filhos.
No último dia 16, Márcio Lobão se tornou um dos principais alvos de uma nova fase da Lava Jato, a Leviatã. Mandados de busca e apreensão foram executados em Brasília, no Rio e em Belém contra ele e o ex-senador Luiz Otávio Campos (PMDB-PA).
A investigação apura pagamento de propina a partidos políticos por empresas que integram o consórcio responsável pela construção da Hidrelétrica de Belo Monte, no percentual de 1% do valor das obras civis. Os valores seriam divididos entre políticos do PT e do PMDB. As informações surgiram a partir de delações premiadas de ex-executivos da Andrade Gutierrez. Os investigados são acusados pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Corpos dos 5 jovens mortos em acidente na BR-135 serão sepultados nesta segunda-feira de carnaval em Santa Luzia


Informações do Tribuna Maranhense

Recebidos em um clima de muita tristeza e comoção, a chegada dos jovens foi marcada por inúmeros amigos, familiares e conhecidos das vítimas do trágico acidente que ocorreu no início da tarde de sábado (25) e vitimou fatalmente cinco jovens na BR-135, nas proximidades do Entroncamento, município de Itapecuru-Mirim.

Os corpos chegaram por volta das 15 horas do domingo e foram conduzidos a uma funerária para que fosse feita a troca das urnas. O trajeto foi acompanhado pela Guarda Municipal, policias Civil e Militar e outras centenas de populares que aguardavam ansiosos e ainda sem acreditar no que havia acontecido.

O acidente chocou o município de Santa Luzia gerando grande comoção diante de tamanha tragédia. Não há como mensurar a dor que todos aqueles que os conheciam estão sentindo.
Feita a troca das urnas, os corpos de Tamires Lima e Ilaryo Queiroz foram levados para a casa de familiares, já os de Gabriel Henrique, Kalline da Silva e Ítalo Oliveira estão sendo velados no templo central da Assembleia de Deus, onde permanecerão até a chegada das urnas de Tamires e Ilaryo para as últimas homenagens.
O sepultamento está previsto para tarde dessa segunda-feira (27), às 16 horas, no Cemitério Batatal.

Pinheiro: Luciano Genésio viabiliza R$ 2,2 milhões em emendas com deputado Júnior Marreca


Desde quando assumiu a prefeitura de Pinheiro, Luciano Genésio se empenha em buscar recursos e levar investimentos para município, principalmente para a saúde pública, sucateada pela gestão anterior. Com boa relação em Brasília, junto à bancada maranhense, Luciano já viabilizou mais de R$14 milhões de reais em emendas, que serão investidas na saúde, esporte e infraestrutura como pavimentação asfáltica e a reforma da feira municipal.
Na última quinta(23), o deputado federal Júnior Marreca foi mais um a se comprometer com o município de Pinheiro. Ele destinou R$2.200.000,00 (Dois milhões e duzentos mil reais), sendo R$ 1.200.000,00(Um milhão e duzentos mil reais) para a saúde e 1.000.000,00(Um milhão de reais) para o esporte, especificamente para construção de praças e quadras poliesportivas.
O prefeito Luciano já conseguiu com o Dep. Waldir Maranhão 10.000.000,00(Dez milhões de reais) sendo 6.000.000,00(Seis milhões de reais) para a área da saúde, 2.000.000,00(Dois milhões de reais) para pavimentação asfáltica e 2.000.000,00(Dois milhões de reais) para reconstrução da feira municipal. O Dep. André Fufuca e a Dep. Luana Alves destinaram 2.000.000,00(Dois milhões de reais) para ajudar na reconstrução da Feira Municipal e asfalto para o município.
Luciano garantiu que continuará trabalhando para conseguir mais recursos para melhorar a vida da população pinherense. “ Vamos continuar na busca incessante de captação de recurso, seja por meio dos nossos deputados federais, deputados estaduais, governos estadual e federal e projetos que tragam investimentos para nossa queria Princesa da Baixada”, afirmou.

Identificados vítimas do acidente da BR-135, em Itapecuru Mirim

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) diz que um HB20 teria derrapado na pista molhada e
colidido com uma Scania.
Acidente aconteceu por volta das 13h30 deste sábado de Carnaval (25) no km 102, da BR 135, entre o povoado Entroncamento e o povoado Colombo, município de Itapecuru Mirim-MA.
Um acidente envolvendo um veículo de passeio e um caminhão acarretou na morte de cinco pessoas, na tarde deste sábado (25), na BR 135, na altura de Entroncamento, a 103 km de São Luís (MA).
Entre os cinco mortos, foram três homens e duas mulheres. O Corpo de Bombeiros, a Polícia Militar e Rodoviária ainda estão no local. O acidente chamou bastante atenção de moradores e a PM teve que isolar o local.
As vítimas são: Ítalo da Silva Oliveira, de 23 anos, José Ilaryo Carvalho Costa e Silva de Queiroz, de 21 anos, Gabriel Henrique Sousa Pereira, de 21 anos, Kalline da Silva Oliveira, de 17 anos e Tamires Lima Machado, de 25 anos.
Os corpos das vítimas foram encaminhados ao Instituto Médico na capital maranhense e, em seguida, liberados aos familiares para sepultamento.

Secretaria de Educação de Pinheiro realiza a 1ª Jornada Pedagógica, com o Tema: Educação – Caminho Para a Transformação

A Secretaria de Educação de Pinheiro 
deu início nesta sexta feira, 24, a 1ª Jornada Pedagógica com o tema: Educação – Caminho Para a Transformação,  como garantia de uma gestão eficaz.
Com a participação dos professores da Rede Municipal, o Secretário de Educação Augusto Miranda e toda equipe, participou da abertura dos trabalhos justamente com o Prefeito Luciano Genesio, a Primeira Dama Thaise Hortegal, e vários vereadores da base do governo municipal e outras autoridades municipais.

A Jornada Pedagógica promove momentos de interação em que os profissionais compartilham idéias, aprimorando suas habilidades com o propósito de promover o fortalecimento do processo educativo. A Jornada teve início nesta sexta feira com uma palestra da Profª Drª Artenira Silva – Pós Doutora em Psicologia e Educação, Doutora em Saúde Coletiva – O Tema da Palestra “O papel da Escola na Formação do Sujeito Contemporâneo. O encerramento se deu com a formação de todos os gestores escolares da Rede Municipal.















Polícia Civil prende mais um integrante da quadrilha que explodiu a agência do Bradesco em São Mateus

Operação da Polícia Civil do Maranhão, por intermédio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais - Seic, prendeu na manhã de hoje, 21, na zona rural se São Luis, Fábio Junior Mendanha Mendes, vulgo, Cegonha, pela suspeita de envolvimento com a quadrilha que em 16 de dezembro do ano passado, explodiram e assaltaram a agência do Bradesco em São Mateus do Maranhão.


Com a prisão de Cegonha, chega a 23 o número de presos desta mesma quadrilha que também é acusada pela polícia de assaltar uma agência bancária no município de Cajari em novembro passado na baixada maranhense e de outros assaltos na região norte do Estado

Imagem do dia: a “suruba” do golpe

O cartunista Aroeira criticou nesta sexta-feira (24) a "suruba" em torno do golpe parlamentar que retirou a presidente Dilma Rousseff do poder em 2016.

Entre os participantes da "orgia" estão os senadores Romero Jucá (PMDB), que cunhou o termo ao se referir ao foro privilegiado, Aécio Neves (PSDB), Renan Calheiros (PMDB), Edison Lobão (PMDB), além do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil), Moreira Franco (Secretaria da Presidência) e Michel Temer.

José Serra e Eliseu Padilha, alegando problemas de saúde, decidiram abandonar o bacanal.

Aroeira buscou inspiração em obras de Tamara de Lempicka, nascida em Varsóvia com o nome de Maria Górska (1898 a 1980), que pintava membros da nobreza europeia e socialites.

Lempicka tinha um estilo muito sensual e sofisticado. Em sua obra, a mulher aparece ora feminina, ora masculinizada, mas sempre forte.

Uma frase marcante de Tamara de Lempicka: “Para aqueles que, como eu, vivem à margem da sociedade, as regras habituais não têm qualquer valor”.

Anonymous aponta conexões perigosas entre Temer, Yunes e família Marinho

O movimento Anonymous Brasil publicou em sua página no Facebook na noite desta sexta-feira 24 "mais de 600 páginas de documentos que trazem uma série de atividades relacionadas ao presidente da República, Michel Temer, e seu amigo pessoal e ex-conselheiro oficial da República, José Yunes".

Segundo o grupo, os documentos trazem ainda elos com os filhos dessas pessoas, além de "José Roberto Marinho (Globo), Antonio Augusto Amaral de Carvalho Filho (Grupo Jovem Pan), Alberto Domingues Von Ilhering de Azevedo (Track&Field) e diversos Laranjas moradores da periferia de São Paulo".

No post, há um link para o download dos documentos, que deve expirar neste sábado 25. O grupo promete publicar um vídeo "em breve" para "explicar em detalhes todo o esquema".

Confira a íntegra da postagem:

Divulgamos agora mais de 600 páginas de documentos que trazem uma série de atividades relacionadas ao presidente da República, Michel Temer, e seu amigo pessoal e ex-conselheiro oficial da República, José Yunes, acusado pela Lava-Jato por recebimento de propina pela Odebrecht.

Provamos nestes documentos relações entre off-shores citadas no Panama Papers e figuras proeminentes da elite econômica e política do Brasil.

Os papéis estabelecem elos entre Michel Temer, José Yunes, seu filhos e bancos investigados na Lava-Jato, José Roberto Marinho (Globo), Antonio Augusto Amaral de Carvalho Filho (Grupo Jovem Pan), Alberto Domingues Von Ilhering de Azevedo (Track&Field) e diversos Laranjas moradores da periferia de São Paulo. Todos se relacionam em CNPJ com filho de Yunes e off-shore misteriosa dos Panama Papers.

PREFEITO RENEGOCIA DÉBITOS DA ANTIGA GESTÃO COM A CEMAR

FONTE: BLOG WELLINGTON SERGIO
O prefeito Luciano e o secretário de governo Fred Lobato, se reuniram na última quarta-feira, (22) com representantes da CEMAR (Companhia de Energia Elétrica do Maranhão) para renegociar débitos antigos deixados pelo ex-prefeito.

A inadimplência ultrapassa 670 mil reais e terá que ser paga pela atual gestão para que o sistema elétrico de órgãos públicos, inclusive dos hospitais continue funcionado. A dívida deverá ser parcelada para que o município tenha condições que quitar as contas que deveriam ter sido pagas a muito tempo

Contas bloqueadas pela Suíça são de Edinho e Márcio Lobão

O Ministério Público da Suíça confirmou que as contas estão em nome de Edison Lobão Filho e Márcio Lobão, alvo já da Polícia Federal no Brasil.
Sentenças na Suíça confirmam que senador Edison Lobão (PMDB-MA) está sob suspeita de corrupção; Janot pediu cópias dos extratos para auxiliar as investigações no Brasil
O Estado de S.Paulo

GENEBRA – Sentenças dos tribunais suíços confirmam que o senador Edison Lobão (PMDB-MA) estão entre os políticos brasileiros que "fazem parte de uma investigação" por corrupção. Os documentos também apontam que contas secretas na Suíça em nome dos dois filhos do senador foram bloqueadas. O Ministério Público da Suíça confirmou que as contas estão em nome de Edison Lobão Filho e Márcio Lobão, alvo já da Polícia Federal no Brasil.

A Procuradoria-Geral da República já instaurou um procedimento e solicitar oficialmente aos suíços a transmissão dos dados ao Brasil para que os extratos possam ser avaliados pelos procuradores. A PGR também irá reforçar o pedido para que os recursos continuem bloqueados. 

De acordo com sentenças dos tribunais suíços de 15 de julho de 2015, delações premiadas no âmbito da Lava Jato "revelou um vasto sistema de corrupção, de financiamento de partidos e de lavagem de dinheiro". "Partidos políticos e empresas fazem parte da investigação. Entre as pessoas está Edison Lobão. Seus dois filhos, Edison Lobão Filho e Márcio Lobão também são alvos da investigação brasileira", indicou a sentença.

As suspeitas são de que essas contas receberam depósitos de origem criminosa. De forma preventiva, os recursos estão bloqueados em mais de uma conta desde 2015 e um processo criminal foi lançado contra ambos. "Podemos informar que o Escritório do Procurador-Geral da Suíça abriu processo criminal em fevereiro de 2015", indicou o MP em um comunicado. "Nesse contexto, o Procuradoria Geral congelou contas bancárias", declarou. Uma delas estaria em nome de Edison Lobão Filho. A outra estaria "em nome de seu irmão", indicou o MP suíço e numa referência Márcio Lobão.

"A investigação suíça está em andamento", completou a procuradoria, sem informar os valores congelados. Ao Estado, o Ministério Público Federal já indicou que vai pedir cooperação dos suíços para obter os dados.

Lobão atua como presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado. Mas foi citado nas delações da Lava Jato.

Segundo procuradores próximos ao caso, o Estado apurou que as contas não estão em nome do senador. Mas a pessoas e empresas ligadas a ele.

O que chamou a atenção dos investigadores é que parte das transferências ocorreu com a movimentação de somas de dinheiro sem qualquer tipo de justificativa, o que acendeu os sinais de alerta entre os serviços de monitoramento.

Segundo o Estado apurou, foi o próprio banco usado que, diante do surgimento do nome de Lobão entre os citados nas delações da Lava Jato, optou por comunicar às autoridades suíças a existências das contas.

Agora, elas estão sendo investigadas diante da suspeita de que elas tenham sido usadas para receber dinheiro de propina no setor elétrico, em especial no que se refere à usina de Belo Monte.

Nos últimos meses, os dois filhos de Lobão usaram todos os mecanismos legais para impedir que os dados relacionados com as contas fossem enviados ao Brasil e, assim, usados em um eventual processo no País.

O Estado apurou que, por duas vezes, os tribunais suíços rejeitaram os recursos apresentados pelos donos das contas. Numa das decisões, os advogados alegaram que não existem provas de que o dinheiro tenha origem suspeita e que a medida é desproporcional. Os juízes, porém, rejeitaram o argumento.

Outro argumento era de que o banco que tomou a decisão do congelamento não havia informado de forma adequada os filhos do senador. A tese também foi derrubada.

Ainda assim, o processo está em andamento na Suíça e, portanto, os documentos e extratos não foram repassados aos procuradores brasileiros. O Ministério Público da Suíça optou por manter bloqueadas as contas até que seja esclarecida a origem.

Futuro
Esgotados todos os procedimentos legais, a esperança de procuradores brasileiros é de que o caso seja enviado ao Brasil, assim como ocorreu no processo de Eduardo Cunha. Não tendo residência na Suíça e nem vínculos com o país, os suspeitos teriam maiores chances de serem punidos.

Para que haja uma repatriação do dinheiro, porém, os envolvidos precisam ser condenados em última instância ou fechar um acordo de delação premiada em que estejam de acordo a devolver os recursos.

Sarney na suruba do STF

Se tinha alguma credibilidade, o STF a perdeu ontem ao criar um foro privilegiado para o ex-presidente Sarney.
O peemedebista fora gravado pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado tramando para “estancar a sangria” da Lava Jato e trabalhando pela “Solução Michel”.
No entanto, o Supremo tirou o caso da jurisdição do juiz Sérgio Moro e o assumiu.
Sarney foi selecionado para entrar na “suruba”, para usar uma expressão do senador Romero Jucá (PMDB-RR).
“Se acabar o foro, é todo mundo. Suruba é suruba. Aí é todo mundo na suruba. Não é uma suruba selecionada”, dissera um dia antes o “vidente” e “filósofo” Jucá.
O STF vai colecionando desmoralizações.
Primeiro, proibiu Lula de assumir a Casa Civil no governo Dilma Rousseff.
Depois, em caso idêntico, autorizou Moreira Franco virar ministro de Michel Temer.
Agora, criou foro privilegiado a Sarney.
Ou seja, mesmo em tempos de Lava Jato, os rigores da lei continuam alcançando preto, pobre, puta e petista.
Santa desmoralização!


Gestores do Sebrae se reúnem em Santa Inês e alinham projetos para 2017

Gerentes e analistas técnicos de cinco regionais participam do encontro para definir atuação nos projetos de incentivo ao empreendedorismo
Durante quatro dias, gestores das unidades do Sebrae em Caxias, Bacabal, Chapadinha, Presidente Dutra e Santa Inês, estiveram reunidos no auditório da instituição em Santa Inês para discutir e alinhar projetos que serão desenvolvidos durante este ano, junto aempreendedores da zona urbana e rural dos municípios de atuação do Sebrae.
O encontro, que finalizou no último dia 16, é segundo que o Sebrae Maranhão realiza este ano, seguindo a estratégia de discutir os projetos de forma integrada. O primeiro encontro ocorreu em Caxias no mês de janeiro.
“A intenção desses encontros é abordar estratégias de atuação do Sebrae de forma encadeada, bem como proporcionar maior integração entre as unidades regionais e consequentemente melhor troca de experiências”, explica Raíssa Amaral, gestora de Educação Empreendedora do Sebrae no Maranhão.
Na ocasião, gerentes e analistas técnicos das unidades regionais puderam conhecer detalhadamente como será realizado o trabalho em cada unidade e qual a atribuição dos potenciais parceiros que atuam em conjunto com o Sebrae na execução das ações de incentivo ao crescimento dos pequenos negócios.
Para o gerente da regional do Sebrae em Santa Inês, Aluízio Muniz, que atende 35 municípios da região, o momento é de reavaliar o trabalho que já vem sendo realizado e alinhar as ações que estão programadas para o ano de 2017, que irão intensificar ainda mais a atuação do Sebrae.
“É muito oportuno esse encontro, pois sempre temos alguns ajustes que precisam ser feitos e que refletem no resultado direto do trabalho em campo. A nossa equipe está comprometida e preparada para fazer o melhor, levando em conta sempre as necessidades dos nossos clientes”, avalia Aluízio Muniz.
Santa Inês – A Unidade Regionalde Santa Inês terá dois projetos específicos: Desenvolvimento Econômico Territorial Alto Turi e Litoral Oeste - DET, em execução nos municípios de Carutapera, Amapá do Maranhão, Godofredo Viana, Luís Domingues e Candido Mendes e Piscicultura na Regional de Santa Inês, que abrange Penalva, Matinha, Viana, Vitória do Mearim e Arari, totalizando também cinco municípios, além da Atividade de Atendimento Regional Santa Inês que atende todos os 35 municípios da Unidade. 

Gilciléa Marques
Unidade de Marketing e Comunicação
Regional do SEBRAE em Santa Inês - Ma
Contatos: (98) 8237-3242
Sebrae – Santa Inês -MA (98) 3653 2461


Com medo do 'xilindró', Sarney pede ao STF para retirar investigações de Sérgio Moro contra ele


Menção a Sarney na delação de Sérgio Machado
O ex-presidente da República e senador José Sarney (PMDB-AP) pediu ao STF (Supremo Tribunal Federal) que retire da jurisdição do juiz federal Sérgio Moro as investigações sobre ele decorrentes da delação do ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado. O pedido está na pauta desta 3ª feira (21.fev.2017) da 2ª turma do STF.

O peemedebista quer que as investigações relativas à delação de Sérgio Machado sejam conduzidas pelo STF ou então pela Justiça Federal em Brasília, ao invés de Sérgio Moro.

O nome de José Sarney é citado 49 vezes na delação de Sérgio Machado. O delator diz ter direcionado R$ 18,5 milhões ao peemedebista nos anos em que chefiou a Transpetro (2003-2014).

Segundo Machado, parte dos pagamentos a Sarney (R$ 2,25 milhões) foram feitos por meio de doações oficiais das empreiteiras Camargo Correa e Queiroz Galvão. O restante foi pago “mediante entregas de dinheiro em espécie”.

O advogado de Sarney na Lava Jato é Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay. Ele questiona decisão anterior do STF que enviou a investigação para Sérgio Moro. Kakay argumenta que os supostos crimes descritos por Machado não possuem relação com a Lava Jato.

“Como visto, não há qualquer elemento a sugerir que a eventual prova das infrações ocorridas no âmbito da Transpetro estejam objetivamente entrelaçadas com as infrações investigadas no âmbito da Operação Lava Jato“, escreve Kakay.


A pauta da 2ª turma do STF também inclui uma petição do filho de Sérgio Machado, Daniel Firmeza. Os casos são relatados pelo ministro Edson Fachin, que assumiu a relatoria da Lava Jato após a morte de Teori Zavascki.

Após 10 anos na Brasilcap, Filho de Lobão deixa o governo Temer

Márcio Lobão vai dedicar tempo à sua defesa na Lava Jato…
Márcio Lobão, filho do senador Edison Lobão (PMDB-MA), alvo de uma operação da Polícia Federal que investiga pagamento de propinas nas obras da usina de Belo Monte, no Pará, pediu afastamento temporário da presidência da Brasilcap nesta sexta-feira (17).
Márcio, indicado pelo pai, estava na empresa ligada ao Banco do Brasil fazia dez anos. Havia meses que seus rendimentos chegavam a R$ 70 mil.
Apesar de ter pedido afastamento temporário, ninguém aposta um título furado de capitalização que Márcio voltará ao comando da empresa. Terá de dedicar boa parte do tempo a preparar a sua defesa.
Márcio passou a última década na presidência da Brasilcap, braço dos planos de capitalização do Banco do Brasil. Em 2008, foi promovido à chefia da empresa justamente quando o pai, Edison Lobão, negociava a saída do DEM, partido de oposição, para o PMDB, então base aliada do governo petista.
O advogado tomou posse em 24 de setembro de 2007 no que foi considerado à época uma clara indicação do senador ao posto na empresa, que, embora privada, guardava forte influência do BB — 49,99% de seu capital.

Deputada Andrea Murad ‘expulsa’ Paulinha Lobão da festa do PH


Fonte; Blog Domingos Costa
Decoração inspirada na África: Enquanto Andrea foi só elogios, Paulinha virou piada pelos trajes e maquiagem exagerada; Esposa de Edinho não admite ser ofuscada por ninguém…
Uma fonte do blog atenta ao episódio confidenciou que Paulinha e Edinho Lobão chegaram antes de Andrea Murad na festa, tudo corria bem até que a deputada peemedebista surgiu reluzente no salão e roubou a cena, além é claro, dos olhares de mais de 900 convidados presentes no almoço organizado pelo jornalista Pergentino Holanda.Apenas três minutos! Esse foi o tempo que a apresentadora Paulinha Lobão permaneceu no espaço de Festa Palazzo, no Araçagy, após a chegada da deputada estadual Andrea Murad, durante a celebração dos 36 anos do caderno PH Revista, realizado no sábado (18).
Vestida e maquiada de forma sobrenatural, Paulinha que não vai muito com a “cara” da Murad – sabe-se lá por quais motivos – mudou o semblante e de modo repentino saiu da festa africana.
Os ricos presentes no evento ficaram atônitos com a cena, chilique puro!
Sem entender a situação [ou entendendo tudo perfeitamente] Edinho ficou sozinho na festa, mas após alguns minutos uma pessoa avisou que Paulinha o esperava no carro para irem embora.
Estranhamente, no dia seguinte num happy hour em casa, Paulinha apareceu nas redes sociais ao lado de uma ex-desafeta, a também apresentadora Carol Carvalho, a Caroxa, a mesma que foi demitida da Difusora pela “amiga”.

Senadores articulam para que Lobão não presida sabatina de Moraes

Parlamentares da base e da oposição concordam em fazer com que presidente da CCJ, que é investigado na Lava Jato, falte à sessão

Isabela Bonfim ,
O Estado de S.Paulo

BRASÍLIA - Senadores da base do governo e também da oposição articulam para que o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Edison Lobão (PMDB-MA), não presida a sessão desta terça-feira, 21, dedicada à sabatina de Alexandre de Moraes para o cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). O objetivo é evitar críticas ao processo, já que Lobão é investigado na Operação Lava Jato.

"O senador Lobão poderia fazer um grande serviço ao Brasil e se julgar suspeito para conduzir essa sabatina. Como o relator revisor da Lava Jato terá sua sabatina conduzida por um investigado?", indagou o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Nos bastidores, corre a mesma preocupação entre os senadores da base do governo. O temor é de que a sabatina perca credibilidade ao ser conduzida por Lobão.

Não seria a primeira vez que o peemedebista seria poupado de presidir uma sessão polêmica. Na semana anterior, quando a base do governo operou para antecipar a sabatina de Moraes, a sessão da CCJ foi conduzida pelo senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), que tem bom trânsito com a oposição. Na ocasião, inclusive, Anastasia decidiu contra a antecipação da sabatina. 


O assunto ainda será levado à cúpula do PMDB e ao presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE). Caso os senadores decidam por evitar Lobão na sabatina, a decisão não deve ser alardeada. O presidente da comissão deverá apenas faltar à sessão, assim como ocorreu na semana anterior.